O Divino Mestre

Projeto Bullying 360º

Conforme a lei nº 13.185/2015, que obriga escolas e clubes a adotarem medidas de prevenção e combate ao bullying docentes e equipes pedagógicas deverão ser capacitados para realizar ações que previnam e solucionem o problema. Pais e familiares serão orientados para identificar vítimas e agressores.
Trabalhando o agredido ao agressor: transformando ciclos viciosos e doentios em relações virtuosas e saudáveis.

Diante a isto trabalhamos temas pertinentes a cada faixa etária:

  • Bullying: que palavrão é esse?
  • Bullying: o que é e o que deve ser feito.
  • Bullying: relatos, depoimentos e experiências.
  • Apelidos em sala de aula.
  • Bullying e a violência contra a pessoa com deficiência.
  • Do belo ao feio?
  • Cyberbullying.
  • Ética e convívio escolar.
  • Boas maneiras.
  • Eu quero é paz!
  • Violência escolar: como evitar?
  • Bullying: caminhos e alternativas possíveis.
  • Bullying: o mal que está na sala de aula.

A prevenção na escola é uma máxima, mas para isso é fundamental conhecer o que caracteriza situações de bullying, pois é preciso diferenciar dos outros conflitos corriqueiros no espaço escolar. Uma criança que se desentende com um colega não pode ser enquadrada como autora de bullying. Mas é claro que merece também intervenção e tratamento.

No combate ao bullying, várias ações são vivenciadas:

  • Palestras (para responsáveis, estudantes e colaboradores);
  • Trabalho com filmes;
  • Trabalho com músicas;
  • Confecção de cordéis;
  • Encenações;
  • Confecção de cartazes (campanhas);
  • Pesquisas sobre o tema;
  • Rodas de conversa;
  • Intervenção com a psicóloga e psicopedagoga do colégio, tanto com os responsáveis, quanto com o alunado.
  • Caminhadas e corridas em prol da campanha .

Veja o depoimento do Dr. Augusto Cury sobre o Colégio Divino Mestre e a parceria com o Programa de Educação Socioemocional

“Eu quero parabenizar solenemente o Colégio Divino Mestre que tem feito à diferença no teatro educacional de Pernambuco. Vocês tem formado mentes brilhantes, criativas, empreendedoras e protegidas emocionalmente, por isso, já há alguns anos adotaram o primeiro programa mundial de gestão da emoção para crianças e adolescentes: O Programa Escola da Inteligência. Através desse programa, dentro da grade curricular, os seus alunos estão aprendendo ferramentas notáveis para serem autores da sua própria história como pensar antes de agir, trabalhar perdas e frustrações, desenvolver resiliência. Portanto, aprender a escrever capítulos nobres em dias tristes, aprender a se colocar no lugar do outro ou desenvolver empatia, aprender a se reinventar diante das intempéries da vida, libertar seu imaginário, debater ideias, e, portanto serem protagonistas da sua própria história rumo à sociedade altamente consumista e que tem formado não pensadores, mas repetidores de ideias. Vocês, do Colégio Divino Mestre, tem formado de fato pensadores numa sociedade cada vez mais onde nos tornamos um número de cartão de crédito, número de identidade, um consumidor apenas em potencial e não seres humanos completos e complexos. Por isso eu, Augusto Cury, psiquiatra e escritor, me curvo diante desse Colégio”. Dr. Augusto Cury.

Palestra de Cyberbullyng